segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

CURRICULUM VITAE




Ederson Barbosa da Silva


Brasileiro, casado, 31 anos




E-mail: eddybarsilva@hotmail.com




FORMAÇÃO

Acadêmico do 3º semestre do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Norte do Paraná – UNOPAR (Incompleto – Trancamento em 2011)

Acadêmico do 6º semestre do Curso de Direito da Universidade de Cruz Alta – UNICRUZ (em andamento).

RESUMO PROFISSIONAL

Sólida experiência nas esferas privada e pública, capacidade técnica na operação, instalação e manutenção, além da administrativa na área de sistemas de segurança, com atuação na empresa pioneira no setor em Cruz Alta – RS.

Capacidade de liderança, tendo em vista que mesmo sendo jovem já vem atuando na Comissão Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores por dois mandatos, desde 2008. Desempenho em diversas atividades na iniciativa privada e no poder público, que exigem mobilização de pessoas e corporações, controle, planejamento, gestão, execução orçamentária e visão estratégica.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

2015 - Grupo Pilau de Comunicação - Rádio Cruz Alta AM 

Produtor, locutor e operador de áudio em programa de rádio, diário com atrações musicais, entretenimento e notícias.

2015 – Câmara de Vereadores de Cruz Alta – RS

Chefe de Gabinete Parlamentar, exercendo atividades na elaboração de normas legislativas, comunicação e assessoria de imprensa, auxílio em atividade de fiscalização ao poder executivo e acolhimento de demandas da comunidade.

2014 – COREDE Alto Jacuí (Conselho Regional de Desenvolvimento)

Tesoureiro eleito em dezembro de 2014 para um mandato de dois anos, na Assembleia Regional em Selbach/RS. Mas como membro da Diretoria Executiva, desenvolve ainda atividades na Consulta Popular, Planejamento Estratégico Regional, consultoria aos municípios em projetos e representação da região junto ao Fórum dos COREDES.

2013 – Partido dos Trabalhadores

Eleito Secretário Municipal de Assuntos Institucionais e Membro Suplente do Diretório Estadual.

2011 – Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã

Coordenador Regional atuando junto a 14 municípios da Região Alto Jacuí como referência do Governo do Estado do Rio Grande do Sul em questão como a execução orçamentária, destinação de recursos, participação popular na elaboração do orçamento público, execução de políticas públicas, gestão e planejamento do governo.
Como coroação desta política pública inovadora, o estado recebeu o Prêmio da ONU ao Sistema de Participação do Rio Grande do Sul que foi a única experiência brasileira a obter o primeiro lugar em uma das cinco categorias do prêmio, considerado o mais importante reconhecimento internacional à excelência no serviço público. O primeiro lugar à iniciativa do Rio Grande do Sul foi conquistado na categoria 3, dirigida a melhorar a participação cidadã nos processos de decisões públicas através de mecanismos inovadores, para a América Latina e o Caribe.

2010 – Partido dos Trabalhadores Cruz Alta – RS

Secretário de Finanças, com atuação também em diversas áreas da organização partidária e administrativa.

2009 – Partido dos Trabalhadores Cruz Alta – RS

Assessor da Comissão Executiva Municipal, atuando na Sede Municipal com tarefas da organização administrativa do Partido.

2008 – Coordenação de Campanha Ademar Guareschi – Vereador

Membro da Coordenação de Campanha, com atuação na organização do Comitê e agendar do candidato. Ademar foi eleito com 1.408 votos, sendo o mais votado do PT de Cruz Alta.

2007 – Empresa WMA Sistemas de Segurança Cruz Alta – RS

Assistente administrativo, atuação na administração da empresa junto aos sócios proprietários.

2005 – Prefeitura Municipal de Cruz Alta – RS (Secretaria de Educação)

Dirigente da Equipe de Serviços Diversos. Coordenação, planejamento e gestão de equipe multidisciplinar que atuava na manutenção e conservação das unidades escolares municipais.

2002 – Empresa WMA Sistemas de Segurança Cruz Alta – RS

Operador da central de monitoramento. Participação na equipe que desenvolveu os projetos de implantação dos equipamentos para monitoramento de sistemas eletrônicos de segurança na empresa. Acompanhamento dos trabalhos operacionais.

2001 – Empresa WMA Sistemas de Segurança Cruz Alta – RS

Técnico em Sistemas de Segurança. Participação na equipe de instaladores dos diversos equipamentos eletrônicos de segurança.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Corede Alto Jacuí dá início na Unicruz às discussões sobre o Orçamento Estadual de 2016


Audiência Pública foi mediada pelo presidente do Corede Alto Jacuí, Roberto Visoto
                  O orçamento estadual de 2016 começou a ser debatido na manhã de hoje (21) durante uma audiência pública promovida pelo Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) Alto Jacuí na Universidade de Cruz Alta. Representantes dos 14 municípios que integram a região participaram do encontro, que teve como finalidade socializar o Caderno de Diretrizes do processo válido para 2015/2016 e deliberar sobre as áreas prioritárias dentre os 35 produtos elegíveis. Os eleitores poderão definir em quais setores serão investidos os R$ 60 milhões destinados pelo Governo Estadual – 70% a menos em comparação ao ano anterior. Dois terços da verba estão garantidos para saúde e educação, enquanto o percentual restante deverá ser dedicado para desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia, agricultura e pecuária e desenvolvimento rural e cooperativismo.


            “Os Coredes são as ferramentas legais para que a sociedade possa colaborar com a distribuição de recursos financeiros”, comentou o presidente do Corede Alto Jacuí, Roberto Visoto. Além de lideranças políticas das cidades, também estiveram presentes no Salão Nobre do Campus o pró-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unicruz, Diego Golle, e do coordenador da Consulta Popular, Theonas Baumhardt. “Queremos contribuir para o desenvolvimento regional. 80% dos projetos da Unicruz são baseados no Planejamento Estratégico do Corede Alto Jacuí”, destacou o professor Diego.


Participantes do encontro elegeram os representantes da Comissão Regional

          Durante a audiência também foram elencados os integrantes da Comissão Regional. A nominada ficou composta por Roberto Visoto, Elizabeth Dorneles e Ederson Barbosa da Silva (representantes do Corede Alto Jacuí); Theonas Baumhardt, Fabrício Soares e Daura Westphalen (representante do Governo); e Fátima Bronzatti, Abel Grave e Loidemar Nicola (representantes da sociedade civil).

Para configurar as opções que constarão nas cédulas, o Conselho irá realizar assembleias municipais, aberta a todos os cidadãos maiores de 16 anos, e um fórum regional com delegados e a comissão definida nos encontros anteriores. A votação da Consulta Popular, na qual os eleitores terão direito a escolher até quatro demandas, acontecerá em todo o Rio Grande do Sul no dia 19 de agosto.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Estado registra a maior votação da Participação Popular no Orçamento

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL: Governador Tarso Genro durante divulgação dos Resultados do Processo Participação Popular Cidadã. Foto: Caroline Bicocchi/Palácio Piratini
Saúde, Segurança Pública e Defesa Civil e Esporte foram as três
áreas mais votadas no processo - Foto: Caroline Bicocchi

Mais de 1,3 milhão de gaúchos votaram no Sistema de Participação Popular e Cidadã, uma iniciativa do Governo do Estado que permite que o cidadão escolha as prioridades da sua região para o Orçamento de 2015. Os números de todo o processo foram divulgados na manhã desta terça-feira (24), pelo governador Tarso Genro, em evento no Palácio Piratini.
“A democracia participativa é uma metodologia de governança política e, ao mesmo tempo, um rejuvenescimento da democracia representativa, inclusive para valorizá-la junto aos setores da população, especialmente, os que não têm influência cotidiana sobre o poder político”, disse o governador sobre a importância do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã do RS (SISPARCI/RS). “O Rio Grande do Sul dá um exemplo de democracia participativa e consultiva para o país”.


O diretor do Departamento de Participação Social da Secretaria Geral da Presidência da República, Pedro Pontual, participou do anúncio e considerou o modelo gaúcho como exemplar para o Brasil.“São processos vitoriosos como o aplicado no RS que colocam a participação cidadã na pauta da democracia participativa no país. Esse Estado é fonte de energia e inspiração para todos nós”, afirmou.

Integrante da coordenação do processo, pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) junto às estruturas do governo estadual, o presidente do Fórum dos Coredes, Hugo Chimenes, considerou o envolvimento da população no processo de decisão do destino dos serviços e recursos públicos do Estado “consolidado e irreversível”. “Para nós é muito cara essa participação e nós valorizamos muito”, destacou Chimenes.
De acordo com o secretário do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã, João Motta, o exercício da cidadania é o caminho seguro para decidir políticas públicas aplicadas pelo governo, considerando os interesses reais e específicos de cada comunidade. “O controle social é garantia do melhor uso dos recursos orçamentários, maior acerto nas escolhas das prioridades de investimentos. É política cotidiana e inclusiva”, explicou.
Segundo o secretário-geral de Governo, Vinicius Wu, a participação digital em 2014 teve um acréscimo de 62%. Foram mais de 255 mil votantes através das ferramentas digitais disponibilizados pelo governo no processo. “Estamos contribuindo para o debate através do nosso Sistema Estadual de Participação. Os resultados atestam que estamos caminhando na direção certa”.
As áreas priorizadas na maioria das regiões foram: Saúde, Segurança Pública e Defesa Civil, Esporte, Lazer e Turismo, Desenvolvimento Rural, Educação Básica, Profissional e Técnica e Desenvolvimento Econômico. A peça orçamentária para o próximo exercício será montada pelo governo destinando parte dos recursos às prioridades registradas pela participação dos gaúchos, assim como suas escolhas prioritárias. Posteriormente, será encaminhada à Assembléia Legislativa para apreciação dos deputados.
Resultados do PPC
Participantes nas audiências regionais: 6.101
Participantes nas assembléias municipais: 79.120
Participantes na votação digital: 255.751
Participantes na votação presencial: 1.059.842
Total: 1.315.593 votantes

Considerações
O número de votantes representa 15,67% do eleitorado gaúcho - a maior votação desde o início do processo. A região do Vale dos Sinos apresentou o maior crescimento no número de votantes. Na internet, o crescimento maior foi no Médio Alto Uruguai, com 311%. O município União da Serra, pelo segundo ano consecutivo, teve votação 100% digital, um crescimento de 26%.
Processo
O Rio Grande do Sul desenvolveu, a partir do Orçamento Participativo e da Consulta Popular, formas de elaboração conjunta das peças orçamentárias, permitindo o protagonismo do cidadão na definição de obras e serviços. O objetivo da ação é dar publicidade para o cidadão sobre as finanças públicas e prestar contas da execução dos projetos em todos os municípios gaúchos. A coordenação do processo é conjunta entre os Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) e as estruturas do governo estadual.
Votação de Prioridades
Nos dias 2, 3 e 4 de junho realizou-se a Votação de Prioridades, a terceira etapa do processo de Participação Popular e Cidadã (PPC), que discute e decide sobre o Orçamento de 2015. As pessoas votaram também, pela internet, através do portal da participação – www.participa.rs.gov.br – ou em urnas tradicionais, disponibilizadas em todos os municípios do Estado, nos prédios e locais públicos, com urnas e cédulas à disposição. Nas etapas preparatórias foram realizadas 28 audiências regionais, como também as assembléias municipais, que reuniram durante o ano mais de 60 mil pessoas.
Esse processo integra o Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã, que reúne as diversas formas de diálogo entre a sociedade e o governo para atuar de forma sistêmica na elaboração, monitoramento e avaliação das políticas públicas.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

VÍDEOMONITORAMENTO: Assinado convênio que prevê R$ 5 milhões ao Alto Jacuí

Prefeitos e Prefeitas da Região acompanharam
a assinatura do convênio no Palácio Piratini
O governador Tarso Genro, acompanhado do secretário de Estado da Segurança Pública, Airton Michels, assinou nesta segunda-feira (23) um convênio entre a secretaria e o Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal dos Municípios do Alto Jacuí (Comaja), visando à implantação de sistema de videomonitoramento em 29 municípios da região. O valor total do sistema é de R$ 5,1 milhões, cabendo ao Estado o repasse de R$ 2,2 milhões.

A primeira etapa do plano de trabalho estipula que no período de 2014-2015 sejam adquiridas 58 câmeras e infraestrutura para a instalação e manutenção dos equipamentos nos 29 municípios. A segunda etapa ocorre de 2015 a 2019, com a instalação de 195 câmeras do sistema de videomonitoramento. "Quando os municípios têm uma relação direta com o Governo do Estado, as ações acontecem de forma mais agregada e intensa. A situação da segurança pública será solucionada quando houver reforço de aparados e nós estamos dedicados a isso", disse Tarso.

O presidente do Comaja e prefeito de Tapera, Irineu Orth, destacou que este é um momento importante e pioneiro dentro de um consórcio de municípios. "A garantia da melhora de vida é dos munícipes, com a responsabilidade de investimentos do Estado. Este contrato irá depender agora da necessidade e trabalho dos gestores municipais. Agradeço a equipe de governo e também aos profissionais que irão operar estes equipamentos".

Conforme Michels, o projeto foi recebido pelo Governo do Estado como prioridade. "Assim como nós, vocês estão cumprindo com a responsabilidade enquanto munícipes, e, embora a resposta ao projeto não tenha sido imediata, hoje assinamos um convênio pleno com a certeza de sucesso em sua execução".

Também acompanharam a solenidade o Comandante Geral da Brigada Militar, Coronel Fábio Fernandes Duarte, e o secretário do Gabinete dos Prefeitos, Jorge Branco.

Serão beneficiados os municípios de:

Almirante Tamandaré

Alto Alegre

Boa Vista do Cadeado

Boa Vista do Incra

Barros Cassal

Campos Borges

Carazinho

Colorado

Cruz Alta

Coqueiros do Sul

Fortaleza dos Valos

Fontoura Xavier

Ibirubá

Ibirapuitã

Lagoa dos Três Cantos

Mormaço

Não-Me-Toque

Quinze de Novembro

Santa Bárbara do Sul

Saldanha Marinho

Salto do Jacuí

Selbach

Soledade

São José do Herval

Tapera

Tio Hugo

Tupanciretã

Tunas

Victor Graeff

Comaja

O consórcio, composto por 29 municípios, foi criado em dezembro de 1999 e tem como sede Ibirubá, agregando os municípios da região do Alto Jacuí e Alto da Serra do Botucaraí. Suas atividades são voltadas para a realização da gestão associada aos serviços públicos, com ações e políticas de desenvolvimento rural, urbano e sócio econômico local e regional.